domingo, 27 de janeiro de 2008

Eu encontrei

Eu encontrei

A pessoa certa...
Para rir de coisas bobas.
Para falar de coisas sérias.
Para me ouvir falar de qualquer coisa
Mesmo que, às vezes, nem me entenda.

Eu encontrei a pessoa certa pra mim.

Para rir no metrô.
Para ficar de mãos dadas olhando um quadro abstrato.
Para adorar os quadros do Pedro Alexandrino.
Para pensar sobre a existência de tantos quadros com título “Natureza Morta”.

Eu encontrei a pessoa certa pra mim.

Para dividir um sanduíche de mortadela no mercado público.
Para dançar no meio dos carros e pessoas da Rua 25 de março.
Para rir meio constrangida do gringo de cueca cinza dormindo na sala.
Para rir e adorar uma peça de teatro, mesmo sem entender direito.
Para achar um lugar bom e barato para comer em pleno bairro jardins.

Quem mais chegaria ao fim de um dia desses
Rindo, cansada e dizendo:
_ Que dia ótimo passamos!
Ninguém além da pessoa certa pra mim.

Um comentário:

Ramon Alcântara disse...

Olá Robson, estava passeando pela nossa Internet e te descobri através de uma poesia homônima que temos em comum. Aproveitei e dei uma passeada na Pequena Casa de Palavras e descobri que as curvas virtuais me trouxeram aqui como um pseudo-discurso de destino. Add!