segunda-feira, 2 de abril de 2007

A Táta e a Barata

A Táta e a Barata

Corre miúdo
Nem barulho a disgramada fais
Mas quando aparece,
Quem vê logo um gritero fais

Uns dizem que esse bichinho
Até de bomba atômica sai.
Tem gente doida lá pra cima que até de comida fais.

Mas a Táta lá dos pampas,
Que em qualquer cunversa num cai,
Disse que esse bichinho só si fais.
Enfrenta gente grande, pára, mexe as anteninhas,
E, enquanto todo mundo grita,
Ela ri é por dimais...

2 comentários:

Mari Castro disse...

Muito Bom!!!
Acho que ela vai até gostar!!!
Beijos

Táta disse...

A D O R E I !!!!!hehehehe
Barata é mesmo um bicho nojento e cara de pau!!
Brigaduuuuu
Beijos